manifesto

Em 2016, gostaria de começar o ano trazendo como base a filosofia de vida que foi sendo desenvolvida em 2015.

Resumi nestes pequenos tópicos uma série de conhecimentos simples que podem mudar completamente a sua vida, e aqui não estou exagerando nem um pouco!

1- Você é responsável por tudo (Lei da Responsabilidade)

Tudo o que acontece na sua vida e no mundo é responsabilidade e culpa sua. A partir do momento que o homem para de culpar a sorte e aos outros, ele começa a aprender como poderia lidar melhor com as situações e suas escolhas.

Chegou atrasado? Não é culpa do transito. Talvez exista um caminho melhor, ou você precise se adiantar mais. Da mesma forma, as coisas boas também acontecem graças às nossas decisões e crenças.

Perceba os seus erros e mude. Perceba os seus acertos e repita. Depois disso, sua vida nunca mais será a mesma!

E o mesmo vale para o que acontece lá fora. Se você está inconformado com a violência, estão lembre-se que ela é responsabilidade sua. Você precisará perceber através dos significados o que esta violência significa na sua vida no item seguinte.

2- Todas as coisas tem significado

simbolos

Tudo o que percebemos são resultados da nossa interpretação e significação interna.

Infinitas coisas acontecem ao nosso redor, mas percebemos apenas aquilo que ressoa com o nosso interior.  Seria como comparar um passeio de um advogado e de um arquiteto pela cidade. Ainda que ambos passem pelos mesmos lugares, cada um terá uma experiência completamente diferente.

Logo, se vivemos amor, é porque possuímos amor dentro de nós. Quando vivemos violência, roubo, traição e desunião, então estamos percebendo apenas fatos que simbolizam os valores que já possuímos, pois só enxergamos aquilo que conhecemos.

Você já deve ter ouvido a frase “você atraí aquilo que você vibra”. Citando a física quântica, a Realidade existe em forma de onda, com suas infinitas possibilidades e acontecimentos. Ao observá-la, convertemos a onda em partícula e acabamos percebendo apenas uma versão, que corresponde justamente à tudo isso: o que vibramos, o que temos na essência e o que precisamos. Volto a repetir: somos responsáveis por tudo que acontece conosco.

Pensando na mesma linha de raciocínio, podemos analisar os símbolos presentes na nossa vida para entender o que existe por trás desta Realidade.

Por exemplo, uma mera má digestão é um símbolo forte, que pode indicar sua dificuldade em digerir e processar alguma situação específica – algo que te incomoda e que estará sendo indicado pela comida que causou o problema.

3- Todas as pessoas são reflexos nossos

reflexo

Se todas as coisas são símbolos, todas as outras pessoas são reflexos de algo em nós e possuem um significado em nossas vidas.

Como reflexos internos, elas nos indicam características, qualidades e defeitos que precisamos enxergar e estão ligadas diretamente com o nosso estado atual e suas lições evolutivas.

Já dizia a frase “somos a média de nossos 5 melhores amigos”. Por um lado, nos aproximamos naturalmente de pessoas semelhantes e, por outro, enxergamos nos outros apenas as qualidades e defeitos que possuímos.

Lembre-se disso quando estiver convivendo com pessoas que te irritem. Não é responsabilidade delas mudar, mas sim sua (item 1). Provavelmente esta é a lição que você precisa enxergar diante desta situação (item 2).

4- Problemas são oportunidades e lições

problemas

Quando conseguimos resolver um problema facilmente, sequer o consideramos como um problema.

Se você tiver sede, irá até a cozinha para beber um copo d’água, mas para um viajante no deserto isto será um grande problema. Da mesma forma, as situações da nossa vida nos causam sofrimento conforme a distância que possuímos entre a essência atual e a essência necessária para lidar com uma nova realidade.

Se a Realidade reflete nossos símbolos, um problema então simboliza nossa percepção interna que deseja a mudança, manifestando esta necessidade por movimento.

Todo problema surge por meio de uma espiral. Inicialmente as situações são simples, mas conforme vamos postergando nossas mudanças internas de aprendizado, as lições vão se tornando cada vez mais duras, nos forçando através do sofrimento. Cada volta desta espiral ganha um raio-sofrimento maior, até que cheguemos no nosso limite para realizar as mudanças necessárias.

A solução é simples: perceber as oportunidades e ir de encontro com o que tememos. Problemas não se resolvem sozinhos.

5- Tudo acontece como precisa acontecer

Untitled-1

O ser humano é limitado por algo chamado egoísmo.

Como seres egoístas, calculamos constantemente como receber maior prazer através do menor desgaste e por isso temos dificuldades em decidir o que é realmente melhor para nós.

É como a pessoa que está de dieta e com risco de um ataque cardíaco, mas come escondido um pedaço de pizza. Ou quando temos um trabalho para entregar, mas procrastinamos até o último instante. Em todos os casos, estamos procurando prazer e evitando algum tipo de dor.

Quando decidimos entre o que é bom ou mau, estamos justamente escolhendo através do nosso egoísmo. Ao deixar que as coisas aconteçam livremente, nosso único papel é procurar o bem dentro do bem e o bem dentro do mal. O mundo material é determinístico e nosso maior papel de escolha reside na nossa consciência da realidade.

Ao invés de perder tempo pensando em como poderia ter feito escolhas melhores, utilize o tempo re-significando os acontecimentos, gerando portas novas para o futuro.

6- Faça tudo para o Criador

criador

O valor do sagrado é essencial quando o unimos com as sabedorias anteriores.

O maior problema das religiões é a definição de D’us. Não se define D’us, pois assim como foi citado anteriormente, nossa percepção Dele é apenas um reflexo daquilo que somos ou estamos sendo. É impossível perceber atributos que estejam acima da nossa essência.

Para nós cabalistas, Criador, D’eus ou deuses são elementos que se encontram acima do nosso Ego Arbitrário – Ego que encara a materialidade e possui características egoístas.

Devemos então cultuar nosso Ego Essêncial, a Natureza e todas as coisas que definimos como estando além do nosso desejo infinito de apenas receber. Apenas assim podemos entrar em contato com algo diferente daquilo que somos, afim de invocar nossos processos evolutivos.

Ao se encontrar diante de uma situação, pense: “Como o meu Criador agiria nesta situação? Como Ele, que está me oferecendo esta oportunidade, espera que eu me supere através da responsabilidade? Como posso receber prazer absoluto desta situação conforme o meu propósito?”

É a única forma de gerar livre-arbítrio. Ou então estaremos fadados as escolhas baseadas simplesmente no receber.

Bônus: Como transformar a sua vida

bonus

Você, assim como eu, provavelmente já leu uma infinidade de textos muito significativos.

Entretanto são tantas as sabedorias e lições aprendidas que dificilmente conseguimos aplicar algo na prática. Na realidade sequer conseguimos aprender algo novo, pois só captamos aquilo que está de acordo com o que já sabemos.

Para lidar com isso eu costumo ir pela qualidade ao invés da quantidade, focando em apenas um símbolo-assunto por um bom período de tempo (1~4 semanas). Desta forma você deve tentar encaixar o aprendizado em todas as oportunidades do seu dia, fazendo com que seu subconsciente apreenda através de uma absorção cotidiana.

Por exemplo, agora que você conhece a Lei da Responsabilidade, é preciso estar atento durante o seu dia com todas as situações em que isto se aplica. Quantas vezes você deixou a sua responsabilidade de lado e colocou culpa em alguma outra coisa? E quantas vezes as pessoas ao seu redor tomam essas atitudes, enquanto que você percebe claramente que elas poderiam ter lidado com os seus problemas?

Então você verá que todas as coisas que acontecem e te afetam possuem alguma ligação com você e a Lei começará a ser absorvida de forma muito mais eficaz do que apenas compartilhando um texto na sua linha do tempo.

Digo, não que você não deva compartilhar este texto com seus amigos! Se você aprendeu algo aqui, compartilhe e espalhe estas ideias e ajude o site a crescer!

E se quiser saber mais sobre o assunto, conheça o super Guia de Auto Desenvolvimento aqui!

 

Sobre o autor - Ryo Matsuno

Escritor e Estrategista em Desenvolvimento Pessoal, criador dos sites AltoConhecimento.com e TeoriaDoViver.com.br . Músico nas horas vagas e pseudo empreendedor, seu hobbie é dominar o mundo.

Increva-se para obter conteúdo exclusivo e e-books gratuitos!

  • http://www.olheforadacaixa.com/ Chico Montenegro

    Top :)
    Adorei as reflexões!!!

    • Ryo Matsuno

      Obrigado Chico! Fico feliz =)