Responsabilidade

Não só somos responsáveis pelo que fazemos, mas tambem pelo que não fazemos

— Jean Moliére

Seria fácil creditar a culpa dos miseráveis aos próprios miseráveis.

O sistema capitalista gera um ambiente de disputas, onde a culpa da pobreza, para muitos, acaba sendo do próprio pobre. Muitas religiões e crenças culpabilizam as próprias vítimas. Para eles, mulheres são abusadas simplesmente por andarem com roupas curtas. Acreditar nisto seria como seguir os conceitos anteriormente proferidos ao pé da letra: “Cada um tem responsabilidade sobre a sua própria realidade”, mas sem sequer refletir sobre o assunto.

O erro deste entendimento surge da falta de compreensão do termo responsabilidade. Existem dois pontos principais a serem estudados.

O poder gera a responsabilidade.

Entre ricos e pobres, os primeiros são os que possuem mais poder para lidar com a pobreza. Sendo assim, é responsabilidade deles que as condições econômicas sejam melhores para os desfavorecidos. Já entre aproveitadores e prejudicados, são os primeiros que possuem mais poder para agir. Se um homem possui mais força física que uma mulher, é sua a responsabilidade de não utilizar este poder de forma incorreta. Um mundo correto deve colocar poder e responsabilidades em equilíbrio.

Ao estudar o Auto Desenvolvimento, você está recebendo um poder que muitos não possuem. Logo, também começa a ser de sua responsabilidade todos os problemas que você enxergar em sua Realidade, sejam eles seus ou dos outros.

A responsabilidade é sempre sua.

Responsabilidade significa não cerrar seus olhos para a Realidade. Ao sujar a louça, uma pessoa responsável sabe que é seu dever limpar aquilo. Ela não precisa que alguém lhe peça. Seria errado delegar a solução de problemas aos outros quando é você quem está incomodado.

Indiferente do seu poder, o que é percebido na sua Realidade reflete o seu interior. Você é responsável.

Poder chave adquirido: responsabilidade.