anonovo

Pare!

Antes de começar este novo ano na correria ou na diversão, reserve alguns minutos para fazer um trabalho de introspecção que fará toda a diferença.

Vou apresentar aqui três simples passos para que você melhore consideravelmente seu ano novo através do autoconhecimento. Você pode fazer sozinho, ou mesmo em uma roda de amigos, discutindo e compartilhando as lições, dificuldades e planos para o futuro.

Eu garanto: valerá a pena!

Passo 1 – Revendo o seu ano

Antes de acabar o ano, costumo fazer uma retrospectiva para me lembrar de todas as coisas importantes, boas ou ruins, que aconteceram durante o meu ano.

Diante desses pontos, é importante analisar todas as lições aprendidas. Nos pontos bons, costumo ver os motivos que me trouxeram os bons resultados, enquanto que nos ruins eu procuro entender onde errei e como poderia arrumar esses erros.

Quando faço esse estudo, costumo separar em categorias, que podem ser: ter, ser e fazer; ou físico, emocional, mental e espiritual.

Se você também costuma definir metas para o próximo ano, veja quais objetivos foram alcançados e quais ficaram devendo. Nem sempre uma meta não alcançada é ruim. Talvez você perceba que ela não faz mais sentido e que você pode desconsiderar aquele caminho na sua vida.

Objetivo: definir as bases do que você possui neste ano para começar a trabalhar no próximo.

Passo 2- Resinificando o passado

2015

Ainda sobre os acontecimentos ruins do ano, costumo dar um novo significado para que um passado indesejável não me prenda.

Isto pode ser feito de diversas formas e dependerá da situação:

A. Pela Responsabilidade

Tomar para si a responsabilidade de tudo nos faz autores da nossa própria vida. Uma pessoa te traiu? Ok, mas você não pode mudar as outras pessoas ou tomar decisões por elas. Por isso cada pessoa possui a própria vida e seu livre arbítrio! Ao invés disso, procure em si as melhorias que poderia fazer para que isso não se repita.

B. Pelo Amor

Ao invés de odiar as situações e as pessoas, compreenda que elas provavelmente tomaram as melhores decisões possíveis. Cada pessoa trilha diferentes caminhos e está em níveis diferentes evolutivos. Você teve uma vida completamente diferente e por isso faz sentido que tome escolhas diferentes. Entretanto, dentro de todos os acontecimentos, sofrimentos e necessidades daquela pessoa, ela provavelmente seguiu o melhor caminho.

Logo, ao invés de ter rancor e desejar o mal, seja compreensivo e deseje o melhor para seus “inimigos”. Se um colega de trabalho acaba com a sua vida, não queira que ele seja demitido. Imagine ele sendo chamado para um emprego melhor, longe de você! E que ele consiga boas companhias que o façam perceber os seus erros e encontre situações favoráveis para o seu desenvolvimento.

C. Pelo Propósito

E se todas as coisas acontecessem com um propósito? E se a sua dor de coluna estivesse indicando sua falta de preocupação com as estruturas da sua vida, ou então que você está carregando fardos pesados demais e que precisa relaxar?

Procure nos problemas um propósito para um aprendizado maior. Imagine-se como um personagem de uma história e como cada problema foi pensado por um autor para que você tenha um desenvolvimento ideal. Talvez aquele pé na bunda tenha sido a causa para você encontrar um amor mais compatível!

Passo 3- Planejando o seu próximo ano

plano

Você sabe. Listas de ano novo não funcionam.

Entretanto, é importante escolher o direcionamento que quiser ter, agora que já possui uma compreensão melhor deste ano atual.

Faça a bendita lista, mas defina as coisas em três categorias: ter, ser e fazer.

Depois disso, escreva outra lista com até três metas correspondente ao mês de janeiro. Assim, ao invés de lidarmos com objetivos de longo prazo, vamos dividir nossos sonhos em pequenas partes para lidarmos melhor com a nossa produtividade. Você deve fazer isto todos os meses durante o seu ano.

Se quiser algo diferente na sua vida, pergunte-se: se eu continuar fazendo o que estou fazendo, vou chegar nos meus objetivos?

A resposta provavelmente será não, então compreenda que será necessário mudar! Ou isso, ou você não terá o que deseja, seja em 5, 10 ou 20 anos. Aproveite este momento de transição para definir justamente isso: quais as mudanças são necessárias para que você se coloque no caminho do seu propósito de vida.

Esqueça de pular ondas, se vestir de branco ou fazer rituais mágicos para melhorar a sua vida. A vida precisa é de mais atitude!

Sobre o autor - Ryo Matsuno

Escritor e Estrategista em Desenvolvimento Pessoal, criador dos sites AltoConhecimento.com e TeoriaDoViver.com.br . Músico nas horas vagas e pseudo empreendedor, seu hobbie é dominar o mundo.

Increva-se para obter conteúdo exclusivo e e-books gratuitos!